13 setembro 2008

Fogo nas ventas

Já fui mais franca
E ele disse que bom que só te conheci agora.
Tire a calcinha do rego para mim
Me beije quando eu estiver de batom vermelho
Com o esmalte das unhas descascando por desleixo
Pintei por vaidade feminina, puts, mania de explicação
Tem que andar pintada, escovada e depilada?
Quando eu vestir o pijama pra dormir e despropositalmente esquecer da calcinha
Quando declamar palavras de amor depois de jorrar vômitos poéticos
Uma só palavra me basta
Perder o medo de baratas me exulta
Vento nas folhas secas & Orgasmos múltiplos
A vodka é bem eficiente se quero perder a lucidez por completo
Mas o maldito é mais do que isso para me emergir fogo nas ventas.

Nenhum comentário: