17 setembro 2008

Sophia

Ela não larga os meus seios
Enquanto me suga uma teta
Me aperta com as unhas o mamilo da outra
Mastiga minha carne e degusta do meu sangue
Fadiga minha mente
Arranha meu pescoço
P´ra trocar de peito
E ela esvaziar o outro
E então desamarrar o laço.

Nenhum comentário: