23 novembro 2008

Cansei de ser a outra

Cansei, cansei de ser a outra
De ficar sempre em segundo plano
Ele só me quer quando ela não está por perto
Me olha com indiferença quando estamos as duas em sua presença
A abraça na minha frente como se eu fosse uma estranha
Me ignora, e a beija na minha frente para me provocar
Prefere a cama dela que a minha
Se faz de vítima como se eu fosse a culpada
Mas sempre que ele dorme
Eu acordo a noite a o trago para os nossos aposentos
Tiro sua roupa e lhe coloco um pijama
Ele sequer acorda
Nem percebe que saiu da cama da avó
Mas quando a avó não está a mamãe serve.

Nenhum comentário: