19 dezembro 2008

Trocadilho

Abre a janela e deixe o vento entrar.
Deite no chão e durma, sonhe com o diabo.
Faça a guerra das almas perdidas naquele vale.
Ela agarra na parede e se solta em cima de nós.
As portas se fecham na sua caricatura.Veja as nuvens,os coelhos, os cavalos, as pedras, a maconha o rosto de Deus.
Quantos seios morenos na sua frente?
Deixe a sua loucura de lado e venha colher flores no mar.
Ouça a música que as árvores cantam, olhe para a minha pele e á deseije-a.
Faça com que eles nos escute.
Deixe eles amarem você.
Não seje tão mal assim.
"Ferre" eles e a sua morte chegará em cima de uma nuvem cheia de água ácida que vai matar você, troque de roupa e morra elegante.

Um comentário:

vivi disse...

quem diria hein.....