08 dezembro 2008

URROS
UIVOS
LAMENTOS GUTURAIS
TORMENTOS
CAVALGO MEU ÂMAGO
GALOPO MINHA PSIQUÊ
NARCISO SEM REFLEXO
LODO
LAMA
ÍCARO SEM ASAS
ASSUMO MINHA PERPLEXIDADE
O NÃO SABER
BUSCO-TE NOS DESVÃOS
DESVARIOS
LÂMPIRA
MOCTÂMBULA QUASE
SONÂMBULA
INTUAI DUMELA *
RECEBE-ME DÓCIL E FALANTE...
PROVIDO DE UM DESMEDIDO AFÃ
TENTO UMA FULGA
EM VÃO
SUCUMBO
ME ENCUBO ANTE
MINHA
'SUCUMBO'

* Aquele que saúda com fogo.

Nenhum comentário: