28 setembro 2009

Beijo na boca não!

Tão doce ele é,
Nunca havia me negado um beijo na boca.
Mas ontem negou.
Onde estará aprendendo tanta gíria? Nem fala direito
Me chamou pelo nome e disse na boca não!
Qualquer um pode me chamar pelo nome menos ele
Estou arrasada, posso ser rejeitada por qualquer homem
Mas por ele não!
Quando nasceu as 17:13 do dia 27 de Julho de 2006
Um lindo pôr-do-sol me contou das maravilhas que o cheiro da placenta me traria
E agora meu filhote, minha cria não quer beijar a boca da própria mãe.

2 comentários:

willyan disse...

eI .
Boa noite !
adorei o texto ..

vivi disse...

Vai passar, a Nara voltou ao normal...