23 março 2010

Noctívaga necessidade de mitigar a carência daquela fêmea alma suscitando o contato daquele outro corpo que a tem como uma chama viva, língua viva a ranger seu amor erógeno.


Anelando os cachos do idealizado que existia em puro afã.

Nenhum comentário: