06 maio 2010

Imbigo de omi é o mió.

Ah! Aquele caboclo me pegou pelo braço
Falou uma bubiça bem bolada
Me sapecando  um tanto de abraços
E o mió ,sem promessas rabacuadas.

Me deu beijo na boca sem medo de maracutaia
Mãos  misturando como uma jangada
A buniteza bulindo na minha saia,
Meu Deus esse omi vai me achar safada.

Eu bem sabia que ele era galanteador
No seu imbigo eu via casulo de borboleta
No meu queimando como pólvora espuleta
Pensando que ia  dar uma florzinha de amor.

Um comentário:

Anônimo disse...

lindo meu anjo espero poder ajudar nas divulgaçao desse seu trabalho