05 novembro 2012

De olhos bem fechados


Ela estava pensando...
Nem lembrava  em que mês aconteceu
Sem drama, escreveu  um poema e o criou como  uma borracha
Para guardar e apagar quantas vezes  quisesse
Era inverno, isso ela sabia
Em alguns momentos pensava  que fora  há anos atrás
Em outros sentia os cheiros de saudade
Com uma dorzinha sem vergonha
Era inverno isso ela sabia
Uma rolinha solitária naquelas ferragens que sobram dos edifícios mal acabados
Uma murta crescendo robusta pelas ruas da cidade
A borracha pode alterar as cores
Mas lembranças são  perseguidoras
Mesmo de olhos bem fechados.

Nenhum comentário: