09 novembro 2012

Pogonofilia

Ao longo e nunca mais
Arrepios gradativos
Uma água por favor
São esses teus pelos 
Que espetam minha flor
Tempero enfeitiçado
Resistir até consigo
Mas quando o bicho pega
Ele pega minha libido
Um cordão me amarra
Atração  de umbigos
Faço laços, cambalhotas
O meu circo é lascivo.

Nenhum comentário: