28 janeiro 2015

Confissão

Acordei
Sonhei
Minto: sonhei primeiro e depois acordei
Não “vomitei” as borboletas do meu estômago
O  vômito é proveniente do que faz mal
As borboletas ainda dão voltas
Saíram do estômago e se afugentaram no peito
Eram tantas que o peso quase arrebentou a alça do meu sutiã
O mesmo sutiã que tirei
Envergonhada pelos meus enormes mamilos de mamífera
Não há mais dias diferentes
O desfecho...
Depois ainda falam que mulher é um bicho complicado
Ele parecia estar se abrindo
E depois se fechou e me culpou
Eu na espera da perda de algo que nunca tive

Agora pede a teu padre para arrancar as borboletas de dentro de
mim!

Um comentário:

HerrBrandt disse...

Borboletas sempre fazem mal...