30 janeiro 2015

Janelas que se assemelham a olhos vazios




Uma cerca ViVa
varanda na entrada
Portão de tela
Banco de madeira 
debaixo da árvore em frente a casa
Duas janelas
Um quarto
Uma cama dura
Ah! Aquele quarto
Aquela noite
Aquela saudade
Essa vontade...
Duas janelas
Que se assemelham a olhos vazios
O mundo deu voltas
Eu volto à aquela casa
Através dos seus olhos que a trouxeram pra mim.

Nenhum comentário: