29 janeiro 2015

Parafraseando Amelie Poulain


A sua ausência se torna cada dia mais penosa
Estou exilada num mundo à espera do fim de fevereiro.
Não durmo mais, não como mais
Cometi o maior erro da minha vida,
acordando a vontade de ter você de novo
Os dias se tornaram intermináveis sem suas palavras
Penso incessantemente em você
Sonho que uma hora ou outra, um dia você virá
E aparecerá no horário de almoço, num dia laranja.

Da Sempre sempre sua, que nunca o amou tanto.

Nenhum comentário: