11 janeiro 2016

Sabotando a saudade

Pulam as palavras dos olhos dessa menina
Saltita no cio da saudade
Quantos "s" meus ciúmes tem?
Um dia recebido com entusiasmo das pimentas vermelhas 
Encerrado com o amargor da sinceridade que eu tanto aprecio e almejo
A culpa é da melancolia ou da solidão?
É da lenha que me queima em brasas vivas
Sabotagem da minha vontade

Nenhum comentário: